Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

QUEM É ESSA MENINA QUE RIR E QUE CHORA




Quando os meus olhos te tocaram

Eu senti que encontrara
A outra metade de mim

Tive medo de acordar
Como se vivesse um sonho
Que não pensei em realizar

E a força do desejo
Faz-me chegar perto de ti

Quando eu te falei em amor
Tu sorriste para mim
E o mundo ficou bem melhor
Quando eu te falei em amor
Nós sentimos os dois
Que o amanhã vem depois
E não no fim

Estas linhas que hoje escrevo
São do livro da memória
Do que eu sinto por ti

E tudo o que tu me dás
É parte da história
Que eu ainda não vivi

E a força do desejo
Faz-me chegar perto de ti

Quando eu te falei em amor
Tu sorriste para mim
E o mundo ficou bem melhor
Quando eu te falei em amor
Nós sentimos os dois
Que o amanhã vem depois
E não no fim

ANDRE SARDET

Eu vou esperar a chuva passar
eu vou esperar o sol se abrir
eu vou cantar aos sete cantos
o som que me fez ouvir

Quem sabe as minhas preces
sejam válidas
e num piscar de olhos
você seja entregue para mim.


Foi tudo  amor
um sonho bom que acabou
uma proeza da realidade
uma expressão de saudade

Foi tudo  amor
que não soube sentir
como deveras pensar

que se feriu sem machucar
deixou cicatriz invisível
que talvez não vai sarar

Foi tudo por este amor
os lampejos do fim
para que tivesse como
nos separar

que se forçou a matar
o coração pouco a pouco
sem esperar

Foi com este sabor
que esta VIDA se mostrou
incapaz de amar..

Postado por Juliana.

Quero um sentimento
daqueles que me abraçe
bem forte
de jeito que não se solte
nem para esperar

Quero um sorriso aberto
daqueles que não se perca
mesmo que amanheça
ali estará..

Quero companhia
nas noites frias
nas faltas da solidão
quando aperta
este pobre coração

Quero palavras
que me deixem com graça
cheias de sentimentos
repletas de emoção..

Quem sabe, talvez o amanhã
traga você enfim
num passe de mágica
ou talvez por tanto
querer assim..

um sentimento profundo
que toque bem fundo e
que nunca se esqueça de mim..
E tenho dito!

Quantas vezes ouço sua voz

acariciando os meus ouvidos

sinto teu sorriso tocando o meu

e me pergunto onde está você agora?


Talvez fosse fácil descrever

o que sinto por você

e ao mesmo tempo inexplicável

no entanto me pergunte

há um tempo para a nossa hora?


Quando vamos viver cada momento juntos

e quando cada momento vai viver em nós

mesmo todos estes que passamos sem hora

será que saberemos entender os sinais de outrora


Ao ponto de encontrar o equilíbrio

desta distância voraz

será que um dia estaremos o mais perto possível

sem pressa de ir embora jamais!







Foi aquele dia que entendi o que era amar
naquele instante eu pedia aos céus um amor
que me mostrasse uma estrada brilhante
minha cabeça baixa
a espera de uma resposta distante

e você chegou,chegou distraído,
eu te vi, mais não sabia quem era..
me sentei e você ao meu lado
se pôs a descansar..

seus olhos fitaram os meus
eu mal sabia quem era você..
e refletindo sobre aquele meu pedido
seria realidade ou apenas vontade de ser..

no outro dia, novamente me vi naquele instante
e você, como um sol radiante
se pôs a descansar outra vez ao meu lado
me olhou nos olhos
e sem dizer uma só palavra, tocou minhas mãos..

eu, discretamente, a ti redobrei minha atenção
será mesmo que era você quem eu havia pedido em oração..
foram dias desta mesma companhia
você ao meu lado, me dizendo em silêncio
o que sentia

foi até que um dia, recebi convite para uma festa
e ali nos encontramos, parecia destino ou apenas um sonho
eu te vi, disperso, rodeado por amigos
mais não sabia mesmo se era você, meu escolhido

resolvi que se fosse, a vida se encarregaria de dizer..
quando nossos olhos se encontraram ao longe
eles disseram tantas coisas, que o sorriso apenas
enumerou..

foram segundos que valeram uma vida..
assim, chegada a hora de partida, você não mais apareceu
e eu me vi sozinha e decidi ir
fui embora da festa e enquanto meu carro se despedia do lugar
você foi ao meu encontro, mais já era tarde demais..

desde aquele dia, nossos olhos buscam nos ver..
mais agora com receio, a se esconder..
parece que é medo de amar
que nos julga, e assim
esses instantes continuam sempre a acontecer
quem sabe um dia, eu ainda tenha você..

Postado por Juliana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"UM AMIGO DESEJÁVEL É SOCORRO EM TEMPO DE DIFICULDADES"