Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 4 de março de 2011

CARTA ABERTA À POPULAÇÃO




CARTA ABERTA À POPULAÇÃO



Médicos vão interromper o atendimento aos planos de saúde no dia 7 de abril
Prezado cidadão, prezada cidadã


Os médicos de todo o País irão suspender o atendimento aos planos e seguros de saúde no próximo 7 de abril,
Dia  Mundial da Saúde.


Nesse dia, os médicos não realizarão consultas e outros procedimentos. Os pacientes previamente agendados serão
atendidos em nova data. Todos os casos de urgência e emergência receberão a devida assistência.
A paralisação é referendada pela Associação Médica Brasileira (AMB), Conselho Federal de Medicina (CFM),
Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e pelo conjunto das sociedades de especialidades médicas.Trata-se de um ato em defesa da saúde suplementar, da prática segura e eficaz da medicina e, especialmente, por mais
qualidade na assistência prestada aos cidadãos.
O objetivo é protestar contra a forma desrespeitosa com que os médicos e os pacientes são tratados pelas empresas
que atuam no setor.
Os planos de saúde interferem diretamente no trabalho do médico: criam obstáculos para a solicitação de exames e
internações, fazem pressão para a redução de procedimentos, a antecipação de altas e a transferência de pacientes.
Os contratos entre as operadoras e os médicos também são irregulares, estão em desacordo com as normas
estabelecidas pela Agencia Nacional de Saúde Suplementa (ANS).
Nos últimos dez anos, os reajustes dos honorários médicos foram irrisórios, enquanto os planos aumentaram suas
mensalidades bem acima da inflação.
Alertamos a sociedade que tal situação é hoje insustentável, com riscos de sérios prejuízos à saúde e à vida daqueles
que decidiram adquirir um plano de saúde, na busca de uma assistência médica de qualidade.
As empresas de planos de saúde precisam urgentemente atender a reivindicação das nossas entidades, estabelecendo
regras contratuais claras que respeitem a autonomia do médico e definam critérios e periodicidade de reajustes dos
honorários profissionais.
É necessário também que a ANS exerça seu papel fiscalizador, exigindo dos planos de saúde o cumprimento da
regulamentação.
Brasília, 28 de fevereiro de 2011.

Associação Médica Brasileira
Conselho Federal de Medicina
Federação Nacional dos Médicos
CFM - SGAS 915 Lote 72
Brasília-DF / CEP: 70390.150
Tel : (0xx61) 3445-5900
Fax : (0xx61) 3346-0231
http://www.portalmedico.org.br/
FENAM – SHS Quadra 6, Bloco A, Sala 211
Brasília - DF - Cep: 70.316-102
Tel: (61) 3042-3700
Fax: (61) 3042-3701
http://www.fenam.org.br/
AMB - R. São Carlos do Pinhal 324
São Paulo-SP / CEP: 01333-903
Tel : (0xx11) 3178-6800
Fax : (0xx11) 3178-6810
http://www.amb.org.br/
CFM - SGAS 915 Lote 72
Brasília-DF / CEP: 70390.150
Tel : (0xx61) 3445-5900
Fax : (0xx61) 3346-0231
http://www.portalmedico.org.br/
FENAM – SHS Quadra 6, Bloco A, Sala 211
Brasília - DF - Cep: 70.316-102
Tel: (61) 3042-3700
Fax: (61) 3042-3701
http://www.fenam.org.br/
AMB - R. São Carlos do Pinhal 324
São Paulo-SP / CEP: 01333-903
Tel : (0xx11) 3178-6800
Fax : (0xx11) 3178-6810
http://www.amb.org.br/

Alexandre Pires-Depois do prazer

O VALE SOMBRIO DO DIVORCIO,A MAL DAS FAMILIAS.O INICIO DAS DORES NO LAR





O Vale Sombrio do Divórcio
O velho homem está deitado numa cama de hospital. Mas a cama está numa sala de
estar e não num quarto de hospital.
Seu corpo já não serve mais a sua vontade. Seus músculos j€ ¦á foram tão
danificados pela doença que se esticaram e enrigeceram como um cabo de
guarda-chuva.
O homem respira através de um tubo encaixado a um buraco em sua garganta. Mas
apesar de seu corpo ser ineficiente, seus olhos estão abertos - e procuram por
algo na sala.
Eles vasculham a sala na procura de sua parceira...


Apertando um nó e segurando firme
Seus olhos vasculham a sala na procura de sua parceira, uma mulher cuja a idade
é escondida por seu vigor juvenil. Apesar de seus cabelos serem brancos, ela é
saudável e ativa, em contraste com aquela figura deitada na cama.
Energicamente, ela vai executar a sua tarefa do dia: cuidar de seu marido. Com
uma lealdade indiscutível, ela faz o que vem fazendo pelos € ¦últimos dois anos.
Não é uma tarefa fácil: ela tem que escovar os dentes dele, fazer a barba,
banhá-lo, alimentá-lo, pentiar seu cabelo, escovar seus dentes.
Que cena preciosa é essa. Preciosa porque é um retrato de meu próprio pai e mãe.
Alguns poderiam dizer que € ¦é uma cena trágica do que uma doença pode fazer com o
corpo de um homem. Mas enquanto isso € ¦é verdade, essa cena é uma lembrança
valiosa do que a devoção pode fazer com o casamento de um casal.
Quarenta anos oferecem muitas razões para desistir de um casamento. Mais portas
que o suficiente para cair fora. Eles não apenas viveram durante uma Guerra
Mundial como provavelmente também enfrentaram centenas de guerras domésticas.
Então o que foi isso que deu a esse casamento um poder para permanecer? Uma vez,
alguns meses antes de sua morte, eu perguntei a meu pai o que havia segurado ele
e minha mãe juntos.
Ele me respondeu, "Bem, deixar o outro nunca foi uma opção."
Deixar o outro nunca foi uma opção. O que eles tinham era um casamento eterno -um casamento em que duas pessoas, face a face, dizem "Eu irei amar-te mesmo quando eu não sentir te amando. Eu irei te amar quando estiveres doente. Quando tivermos dinheiro e quando não tivermos, Eu te amarei para sempre." Niguém disse que o casamento é fácil. A festa do casamento pode ser um evento, mas o casamento em si € ¦é uma conquista. Ele leva paciência, cuidados , muita entrega de si mesmo e sacrifício.


A promessa do casamento
Por que o compromisso do casamento é tão importante para Deus? Iria ajudar se lembrássemos que o nosso Deus é um Deus de compromissos. O divórcio não foi criado por Deus. Divórcio foi uma tolerância de Deus (Mt. 19:8-9)
Quando violamos o acordo do casamento, violamos aquilo que Deus nos chamou para  ser. "O Senhor Deus de Israel diz, 'Eu odeio o divórcio...' por isso, tenham bom  senso; não sejam infiéis."
É fácil falar. Você não entende, Deus? Entro em minha casa como se estivesse
entrando numa zona de guerra. Na sexta € ¦à tarde, eu prefiro ficar no trabalho do que ir para casa...
Nossa casa é tão cheia de tensão... Como poderia se esperar que eu cumpra esse tipo de compromisso?...
Como Deus responde a essa pergunta? "Eu espero isso de você porque Eu mesmo tenho honrado esse tipo de compromisso com você!"
Memorável. Deus estabelecendo um compromisso com o homem. Vez após vez, Ele iria honrá-lo.
Quando os filhos de Israel suplicaram a Ele durante a escravidão, Deus não os
abandonou.
Quando Deus os libertou e eles quiseram voltar ao Egito, Deus não os abandonou.
Quando eles fizeram e adoraram a um bezerro de ouro, Deus não os abandonou.
Quando seu rei Davi mentiu, trapasseou, cometeu adultério e assassinato, Deus
não os abandonou.
Quando Seus próprios amigos dormiram enquanto Ele agonizava na oração em
Getsemani, Ele n€ ¦ão os abandonou. Quando Seu próprio seguidor deu um beijo de traição em Sua face, Ele não abandonou.
Quando um soldado romano o deixou em carne viva nas costas com chibatadas, Jesus não abandonou.
Quando os pregos cravados em Suas mãos e pés o proporcionaram uma dor horrível por todo o corpo, Jesus não abandonou.
Quando Ele voltou de sua cova e achou Seus apóstolos com medo, Jesus não os abandonou.
Esse é o tipo de Deus que servimos. Um Deus de promessas. Está aí o motivo pelo qual promessas são importantes para Deus. Um Deus que acredita que um
compromisso estabelecido é um compromisso para ser honrado. Como um filho de Deus, essa é nossa herança. Uma herança que nos chama a sermos fiéis, não apenas a Deus, mas a nosso cônjuge. Se seu casamento precisa de uma reconstrução, você tem um Deus que o cobra a pedir a ajuda dEle para reconstruir seu lar.
Nós temos uma herança de fidelidade. Não tem razão maior para ser fiel a seu
cônjuge do que honrar o Deus que foi fiel a você.


Mantendo os extremos equilibrados
Deus ama o divorciado, mas odeia o divórcio. Ah, como tendemos a ir de um
extremo para o outro. Por um lado nós pregamos a ira de Deus àqueles que
falharam em seus casamentos e elevamos o divórcio como se fosse um pecado acima
de todos os outros (mas não é). O resultado são pessoas magoadas e feridas,
perguntando a si mesmas se Deus vai algum dia ter lugar novamente para elas.
Do outro lado, em nosso esforço para sermos compreensivos com aqueles magoados e feridos pela separação, nós exageramos na compaixão. Essas pessoas irão pensar "Se o divórcio é tão fácil, então por que permanecer casado?"
Mas os extremos precisam se manter equilibrados. Deus odeia o divórcio. Ele
odeia porque isso destrói seus amados filhos. Mas temos que falar na mesma
altura para dizer que Deus ama o divorciado, e que esse não € ¦é um pecado acima dos outros.
Enquanto você se depara com esse dilema do divórcio, mantenha essas três
verdades em mente:
Deus valoriza as pessoas. Por baixo de todo ensino teológico e doutrinal está
essa verdade inabalável. E porque Ele nos valoriza, é que a lei de Deus existe,
não para o nosso prazer, mas para nossa proteção. Nós pertencemos a Ele. Somos Seus filhos.
Deus valoriza a promessa. Ele é um Deus de promessas. Quando Deus promete algo Ele cumpre. Ele é honesto. Ele não volta atrás. Ele assume um compromisso. Deus sempre baseou Seu relacionamento com as pessoas através de promessas. Ele vive
de acordo com a promessa, e não de acordo com um sistema ou um livro de regras.
Deus sabe que promessas quebradas quebram o coração das pessoas. Se eu o digo que irei fazer uma coisa e não faço, algo dentro de você se quebra. Se eu falho em cumprir uma promessa para minha filha, ela irá olhar para mim e dizer, "Mas pai, você prometeu." Uma promessa é tudo o que temos. Deus sabe que, como tudo é construído através de uma promessa, quando uma promessa é quebrada, corações são quebrados.


O divórcio  é uma guerra
Se você está passando por um divórcio ou se você testemunha um divórcio, você  sabe como uma pessoa com um coração quebrado se parece e se sente. Divórcio nos faz dizer e fazer coisas as quais nós acharíamos outrora incovenientes e inaceitáveis. O divórcio é uma guerra e, como em toda a guerra, existem ferimentos e fatalidades. É uma tragédia.
Você está pensando em se divorciar? Por favor, repense sobre seus planos. Dê a seu casamento tudo o que você possui. Tente o seu melhor. E se você j€ ¦á tiver feito isso, tente mais uma vez. Não ande apenas até o primeiro quilômetro, mas até o quinto, o décimo, o centésimo. Comece a ver o divórcio não como uma simples opção, mas como a última cartada.
Regue o casamento. Lembre-se do plano original. Mantenha-o vivo. E nunca, nunca  subestime a dor de um casamento quebrado.
Lembre-se de que Deus odeia o divórcio (Mal.2:16).
 Divórcio não é um pecado acima dos outros. É um pecado. É errado. Mas é perdoável.
Voc€ ¦ê tem um casamento feliz? Seja compassivo com aqueles que n€ ¦ão tem. Se existe
algu€ ¦ém em sua igreja ou em seu c€ ¦írculo de amigos que se divorciou, fa€ ¦ça sua
parte para ajud€ ¦á-lo.
Voc€ ¦ê est€ ¦á divorciado? Ent€ ¦ão procure pela miseric€ ¦órdia curadora de Deus. Se
arrependa e recomece. Voc€ ¦ê se feriu em batalha, mas Deus pode extrair beleza de
dentro da dor. Ele j€ ¦á fez isso antes; Ele far€ ¦á de novo. Talvez a dor que voc€ ¦ê
experimentou o ensinou a aconselhar outros que passam por esse sofrimento.


Qual € ¦é o limite do div€ ¦órcio? O que Deus quer que fa€ ¦çamos?
Se voc€ ¦ê est€ ¦á casado, Deus quer que voc€ ¦ê continue casado. Quando voc€ ¦ê se casa,
voc€ ¦ê faz uma promessa diante de Deus. Ele quer que voc€ ¦ê assuma esse compromisso.
Se voc€ ¦ê est€ ¦á afastado, Deus quer que voc€ ¦ê fa€ ¦ça todo o poss€ ¦ível para se
reconciliar com seu c€ ¦ônjuge.
€ ¦É entend€ ¦ível que isso talvez n€ ¦ão seja poss€ ¦ível. As circunst€ ¦âncias podem estar
muito al€ ¦ém de sua capacidade de a€ ¦ção. Entretanto, nosso Deus € ¦é um Deus de
reconcilia€ ¦ção. Um Deus que reconciliou uma humanidade pecadora com o Pai celeste
também tem a capacidade de reconciliar casais separados. Ele não é apenas um
Deus que cria, mas que também recria, e Ele quer recriar seu casamento com seu
cônjuge. € ¦É um Deus que quer trabalhar dentro de seu lar e fazer o que você pensa
ser impossível.
Se você está divorciado em desacordo com as escrituras, reconcilie com seu
ex-marido ou ex-esposa. Se não é possível, então aceite a graça de Deus e siga
em frente. Procure a partir de agora viver uma vida que agrade a Deus.
Deus € ¦é um Deus de misericórdia. Ele pode perdoar raiva, fofoca, malícia. € ¦É um
Deus misericordioso. Ele € ¦é o Deus que teve misericórdia da mulher adúltera. Ele
€ ¦é o Deus que não apenas perdoou mas deu um propósito de vida € ¦àquela mulher
samaritana que j€ ¦á havia passado por cinco diferentes lares. € ¦É um Deus de perdão?
Sim.
No momento em que você estiver enfrentando uma possibilidade de divórcio, ou j€ ¦á
estiver passando pela dor de um divórcio realizado, Deus quer guiá-lo para sair
dessa situação.
Pegue Sua mão e saia desse vale sombrio do divórcio para um novo e ensolarado
lado da montanha.



Autor:  Max Lucado 

quinta-feira, 3 de março de 2011

AMOR EM CRISTO ,CASADOS ATE QUE A MORTE OS SEPARE.









"SE O AMANHÃ NÃO VIER"
Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu veria você dormirEu aconchegaria você mais apertado,E rogaria ao Senhor que protegesse você.Se eu soubesse que essa seria a última vez que veria você sair pela porta,Eu abraçaria, beijaria você, e chamaria você de volta,Para abraçar e beijar uma vez mais.Se eu soubesse que essa seria a última vez que ouviria sua voz em oração,Eu filmaria cada gesto, cada palavra sua,Para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia.Se eu soubesse que essa seria a última vez,Eu gastaria um minuto extra ou dois, para parar e dizer:"EU TE AMO",ao invés de assumir que você já sabe disso.Se eu soubesse que essa seria a última vez,Eu estaria ao seu lado, partilhando do seu dia, ao invés de pensar:"Bem, eu tenho certeza que outras oportunidades virão,então eu posso deixar passar esse dia".É claro" que haverá um amanhã para se fazer uma revisão,E nós teríamos uma segunda chance para fazer as coisas da maneira correta."É claro" que haverá um outro dia para dizermos um ao outro:"EU TE AMO",E certamente haverá uma nova chance de dizermos um para o outro:"Posso te ajudar em alguma coisa?"Mas no caso de eu estar errado, e hoje ser o último dia que temos,Eu gostaria de dizer O QUANTO EU AMO VOCÊ,E espero que nunca nos esqueçamos disso.O dia de amanhã não está prometido para ninguém, jovem ou velho,E hoje pode ser sua última chance de segurar bem apertado,a pessoa que você ama.Se você está esperando pelo amanhã,porque não fazer hoje?Porque se o amanhã não vier, você com certeza se arrependerá pelo resto de sua vida,De não ter gasto aquele tempo extra num sorriso, num abraço, num beijo,Porque você estava "muito ocupado" para dar para aquela pessoa,aquilo que acabou sendo o último desejo que ela queria.Então, abrace o seu amado, a sua amada hoje. Bem apertado.Sussurre nos seus ouvidos, dizendo,O quanto o(a) ama e o quanto o(a) quer junto de você.Gaste um tempo para dizer:"Me desculpe", "Por favor", "Me perdoe", "Obrigado", ou ainda:"Não foi nada", "Está tudo bem".Porque, se o amanhã jamais chegar, você não terá que se arrepender pelo dia de hoje.
Este texto foi anexado no mural de comunicação interna da United Airlines, um dia após o atentado terrorista, ao World Trade Center pelo marido de uma das aeromoças mortas.
O TEMPO NÃO ESPERA,COM DEUS PAI NÃO SE BRINCA.ELE É FOGO CONSUMIDOR.
EU AMO A CRISTO JESUS E OBEDEÇO SEUS MANDAMENTOS.SOU LAVADA PELO SANGUE DO CORDEIRO .AMEM.

O DESTINO DE NOS DOIS AMORES LIRO E ALDA








Amor não se transforma de hora em hora...Antes se afirma para a eternidade...


"Amo como ama o amor. Não conheço
nenhuma outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga,
além de que te amo,

se o que quero dizer-te
é que te
amo?"
(Fernando Pessoa)

O DESTINO DE NOS DOIS AMORES LIRO E ALDA



Amor não se transforma de hora em hora...Antes se afirma para a eternidade...

"Amo como ama o amor. Não conheço
nenhuma outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga,
além de que te amo,
se o que quero dizer-te
é que te
amo?" (Fernando Pessoa)

MULHERES DE DEUS

-- Senhor, ilumina os nossos olhos para sempre louvar ao
vosso nome, para que possamos ver nossos defeitos e consertá-los, Leva de nós a
tristeza e não a entregueis a mais ninguém... Enche nosso coração com a divina
fé, para sempre louvarmos ao vosso nome e arranca de nós o orgulho e a
presunção. Senhor, Faça de nós seres humanos realmente justos... Dá-nos a
esperança de vencer, para que possamos ser um casal segundo teu coração, que
nada nos separe do teu amor, Senhor, se houver tribulações que junto com elas
possamos ter sabedoria e vencê-las assim como vencestes a morte, Senhor dá-nos
tua paciência e teu amor diário, para que possamos fazer um ao outro
feliz