Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 11 de junho de 2010

ACONSELHAMENTO PARA CASAIS

ACONSELHAMENTO DE CASAIS

As várias crises do casamento, serve para aperfeiçoá-los. Deus quer saber até onde vai a nossa fé. 
Os momentos difíceis fazem parte da vida do ser humano. São nessas horas que Deus nos ensina, mostra o seu poder e nos fortalece. Nessas situações, temos que entender que o Senhor tem o controle de tudo e devemos amá-lo independentemente das circunstâncias. Temos que entender que o vale faz parte da vida do crente e Deus pode agir de maneira sobrenatural no deserto, durante, depois ou simplesmente não agir, porque Ele é soberano. E a sua vontade é que deve prevalecer

Primeira atitude: Confiar em Deus. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Deus não faz nada por acaso. Ele age do jeito que quer. Tudo está no controle de Deus.
Segunda atitude: Entender que a situação ruim vai contribuir para algo bom na sua vida. Deus torna maldição em bênção. Do amargo ele transforma em doce, o mal em bem. Agarre-se com o Senhor e não deixe que nenhuma situação doença, crise financeira, desemprego , destrua o seu casamento.
Terceira atitude: Não fique com medo, não se desespere e firme seu passo. Deus quer ver esta firmeza. Quer saber se somos fiéis quando o vale fica escuro. Quer saber se somos comprometidos com Ele e quer medir o nosso amor. Permaneça firme com Deus.


"Porque para Deus nada é impossível', Lucas 1:37

A Bíblia diz em Lucas 1:37, porque para Deus não haverá impossíveis, em todas as suas promessas.

Esse decreto é divino, é espiritual. Não é um decreto saindo da boca de homens, mas de um anjo. Por isso acredito no sobrenatural de Deus. Não é um decreto da invenção e da criatividade humana. Não é um decreto que partiu de nossa emotividade. Nem inventado para animar o povo. É um decreto que veio do céu.

2 comentários:

  1. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós.
    Colossenses 3:13

    Pensamento: Como posso eu não perdoar um irmão ou irmã por quem Cristo morreu, quando eu sei o quanto Deus pagou para me perdoar?

    Ora?o: Santo Pai, comprometo-me hoje a deixar qualquer rixa ou amargura que eu tenha contra um dos seus filhos. Arrependo-me por não refletir Sua graça e misericórdia que me dissipou. Aba Pai, preciso da ajuda do Seu Espírito Santo para abrir mão do meu direito em relação aos erros cometidos contra mim, e tratar aqueles que me magoaram como filhos da Sua família. Por favor, dê-me a força que preciso para me comprometer a seguir o Seu exemplo de perdoar, mesmo em situações difíceis. Através de Jesus eu oro. Amém.

    ResponderExcluir
  2. Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. (FP 4:11-12)

    ResponderExcluir

"UM AMIGO DESEJÁVEL É SOCORRO EM TEMPO DE DIFICULDADES"